“A gente sofre até sem motivos. As vezes sofremos por tão pouco, nos tornamos vulneráveis por algum motivo, nos sentimos fracos, mas sempre sofremos. Sofremos de saudade, sofremos de amor, sofremos de passado, sofremos de rancor. Sofremos até com aquilo que já nos fez sorrir um dia. Sofrimento é a base do nosso cotidiano, já não vivemos se não sofremos e isso é um sofrimento a mais para nossa sociedade. Temos que acordar, ficar mais na mesa de um bar e tomar altos porres para que essa onda de sofrimento vá embora e nos deixe livres de sua dor. Já não me quero pelos cantos a procura de felicidade, já não me quero devastado de dor todos os dias, cansei. Quero que agora todo esse sofrimento seja apenas uma tempestade do passado, que se foi, e se depender exclusivamente de mim não voltará. E mesmo muitas vezes eu não sabendo o motivo de tanto sofrimento eu procuro ficar bem, feli, mesmo parecendo difícil, quase que impossível. Sempre vem à tona alguma lembrança indesejada que me faz chorar e remoer o passado. Vez ou outra eu me sinto forte, poderosa, feliz, amada, realizada. Vez ou outra eu nem me sinto, eu nem sinto, a não ser o fazio dentro de mim. A gente sofre até sem motivos. As vezes sofremos por tão pouco, nos tornamos vulneráveis por algum motivo, nos sentimos fracos, mas sempre sofremos. Sofremos de saudade, sofremos de amor, sofremos de passado, sofremos de rancor. Sofremos até com aquilo que já nos fez sorrir um dia. Sofrimento é a base do nosso cotidiano, já não vivemos se não sofremos e isso é um sofrimento a mais para nossa sociedade. Temos que acordar, ficar mais na mesa de um bar e tomar altos porres para que essa onda de sofrimento vá embora e nos deixe livres de sua dor. Já não me quero pelos cantos a procura de felicidade, já não me quero devastado de dor todos os dias, cansei. Quero que agora todo esse sofrimento seja apenas uma tempestade do passado, que se foi, e se depender exclusivamente de mim não voltará. E mesmo muitas vezes eu não sabendo o motivo de tanto sofrimento eu procuro ficar bem, feliz, mesmo parecendo difícil, quase que impossível. Sempre vem à tona alguma lembrança indesejada que me faz chorar e remoer o passado. Vez ou outra eu me sinto forte, poderosa, feliz, amada, realizada. Vez ou outra eu nem me sinto, eu nem sinto, a não ser o vazio dentro de mim. Eu só quero que isso termine. Sabe, forçar sorrisos o dia inteiro inteiro está me desgastando. E extravasar todas as noites também. Preciso me recompor, me reerguer, me refazer. Te esquecer. Te colocar num canto escuro em mim, aquele que nada chega, nada lembra. Nada. O que eu fui pra você, nada. Perdão pelo meu amor extremamente forte e verdadeiro. Vai passar. De uma forma ou outra, vai passar”
“Então é assim? Do dia pra noite você resolve mudar, ser em uma noite tudo aquilo o que eu fui pra você em dois anos? Me diz, é medo de perder, é? Ou você cansou de ser o galinha da história? Foi só correr o risco de me perder que você vem todo mansinho, cheio de afagos e dengos. Mas eu não sou como as outras, eu não funciono á base de suborno. Não vou cair nessa meu bem, se você acha que eu sou a sua bonequinha que você brinca vez ou outra, quando quer, está muitíssimo enganado. Antes quando eu dizia que te amava você sumia como quem tem medo de ser amado, agora, você vem retribuir aquilo que um dia eu lhe dei? Não, agora é tarde. Você já me perdeu á tempos e nem reparou. Não vou mentir, isso dói. Dói como todas as vezes que você foi frio, distante, grosso comigo. Mas é uma dor diferente. É uma dor de alívio. É estranho, eu sei. Mas por mais que esteja doendo, isso tá me fazendo bem. Ver que eu cresci. Que eu mudei. Que eu deixei de lado aquele que um dia eu fiz de tudo, e que não me fez nada. Eu te amei sim, e muito. Confesso, ainda amo. Mas amo, acima de tudo, a mim mesma. E sei que posso encontrar outra pessoa que amarei da mesma forma, ou até mais, que irá me amar também. Não vou deixar que o amor por você seja maior que o amor por mim mesma, nunca. Eu não ganho nada com isso, ou melhor, ganho noites mal dormidas, atormentada, chorando por erros não cometidos por mim. Estou bem, confesso que poderia estar melhor. Porém não ao seu lado, como eu já disse dói, mas alivia-me saber que um dia essa dor vai passar, que eu não sou fraca e dependo de você. Quem me rejeitou a tempos atrás foi você, agora eu dei a volta por cima. Te digo não, na esperança dessa dor/amor diminuir. Sou forte o bastante para te superar. Estou sendo. Estou conseguindo. E por mais idiota que pareça, eu não quero te esquecer só não quero chorar ao lembrar de você, quero lembrar e sorrir, me orgulhar e perceber que estou vivendo melhor do quê antes. Quem sabe um dia eu sente com você numa praça para conversarmos, dá risada do quê passou, ou não.”
“Seus olhos fazem com que meu corpo queira erguer-se e ir à luta de cada dia, eles fazem com que eu possa perceber que eu lhe amo a cada dia que se passa. Meu amor eu lhe amo até meu ultimo suspiro, lhe amo com uma força constante, é algo inexplicável, nada pode explicar como que você chegou e me conquistou assim tão rápido, você me deixa assim sem jeito, sem rumo, e pode ter certeza querido que quando o amor é de verdade ele fica por muito tempo. É algo inexplicável, eu já disse, eu sei, mas é algo que me faz suspirar mais forte do que nunca, algo que me faz sentir ciúmes, vontade de te levar pra mim e não deixar você ir embora do meu encontro nunca, o que é isso Deus? De onde vem esse sentimento tão forte? Bem, eu não sei, mas sei que existe aqui dentro de mim. E sei que vai continuar intacto aqui. O que sinto por você passa de ser apenas um romance, é amor de verdade, aquele amor que você sente o coração pular. Eu lhe amo garoto, amo tanto que sinto o corpo todo arrepiar quando lembro do seu beijo doce. Eu te amo de uma maneira que eu não sabia que era capaz de amar. Amo tudo em você. Amo te amar, amo ter que lembrar do seu olhar todos os dias antes de dormir e dormir em paz. Eu vivo em paz por ter você, vivo querendo estar do seu lado o tempo que for necessário. Eu não sei por quanto tempo ainda me resta aqui, mas que seja te amando. Que seja com você do meu lado, pois só o calor do teu corpo é capaz de me fazer querer ficar aqui por mais tempo. Você tomou conta do meu corpo por completo, não me sou mais, sou você. Sou meu amor por ti, sou tudo isso que vivemos. Eu não sei o que foi que me fez mudar de ideia sobre o amor, eu que sempre me dei de ombros, hoje me entrego de corpo e alma para ti, pois sei que vale a pena. Por você vale, e eu vou lutar com unhas e dentes para que isso nunca, nunca termine.”
“Eu me canso de tanto drama. Parar pra escutar a pessoa repetir trocentas vezes na mesma conversa que nada na vida dela muda, não é comigo. Isso é trabalho pra psicólogo, e é justamente por isso que eu não pensei em seguir carreira. Já parou pra pensar que nem isso ajuda? Não adianta você dizer para uma pessoa o quanto você odeia a sua vida, sem mover um dedo pra mudá-la. Não adianta você deixar que a sua opinião sobre ela faça dela uma coisa melhor, ou simplesmente culpar o tempo ou o destino por não colocar acontecimentos legais, ou pessoas sinceras, ou por não cuidar dos seus sentimentos, a culpa não é de ninguém nem de nada, a culpa é sua que só fica deitada numa cama durante a terapia com o doutor, que só está ali pra te ouvir… Pega isso que você quer que os outros façam por você e faça você mesma! A realidade é outra, o tempo corre, e a vida não vai esperar até que você resolva fazer ela valer alguma coisa. Se você quer vá lá e faça, não choramingue sua vida medíocre e não a ponha na mão de outra pessoa, pois ela é exclusivamente todo o seu cuidado, tudo o que acontece nela é seu feito. Se ela não passa de mortes, é porque você a faz um cemitério. Não vele sua felicidade pois por alguns segundos deixou de sorrir. Você pode beber um copo de tequila e colorir um pouco isso daí. Mude a rotina, saia desse casulo que te prende ao mais-ou-menos. Você é mais do que consultas a uma pessoa que não sabe nem cuidar da própria vida, e vai tentar cuidar da sua. Complicada. Sim, sua vida complicada. Não descomplica nem com vodka e pedras de gelo. Nem com porre e dor de cabeça na manhã seguinte. Só você pode mudar isso, só você pode dar um jeito e descomplicar as coisas, colocar tudo em seu eixo. A vida é mais do que você pensa, a vida é linda! Ela não vai acabar quando acontecer algo ruim, mas também não vai durar para sempre quando estiver tudo bem. Ela é como uma escalada. Sua subida é difícil, lenta e angustiosa. Mas quando você chega no topo, você consegue ver que todo aquele esforço, todo aquele sofrimento valeu a pena. Então não fique parada esperando as coisas mudarem sozinhas, não espere o tempo, corra atrás dos seus objetivos, vá em busca da felicidade.”
“Eu quero você por inteiro, com cada defeito, que sei que são poucos. Com cada jeito teu, cada forma de ser, cada espaço do teu coração.. Quero ser o teu sorriso, o teu pensamento, ser aquela que está presente em você a todo momento. Eu te amo. Eu te amo pelo simples fato de você ser aquele que faz meu coração disparar e querer saltar pra fora. Te amar já é parte da minha vida. Te querer, já é uma meta, que eu cumpro mais e mais a cada dia. E eu só espero, mesmo, que você também pense assim. Que todos os nossos planos continuem de pé, que as nossas vontades e desejos ainda sejam teus também. E que toda aquela idealização venha á tona o quanto antes, pra que possamos caminhar adiante juntos, como planejamos. Não imploro pra ser o teu único chão, só imploro para que dê certo toda essa nossa bagunça que ainda não organizamos. Invisto e investirei tudo e mais um pouco pra esse nosso “caso sério” fique ainda mais sério. Que nada seja clichê mas que tudo seja assim, perfeito com defeitos. Você nunca encaixou-se no rotulo de ”todos são iguais” Você sempre mostrou quando gosta ou não de alguma coisa, no começo não me torturei pra descobrir se você me amava ou não, você chegou e disse sem enrolar que estava morrendo de paixão e a única cura seria minha paixão totalmente reciproca. Eu ia negar? Claro que não, até porque a sua paixão é a doença mais saudável que existe e se não tivesse cura eu amaria morrer assim, de paixão por você e você por mim. Tu sabes, sou louca por você. E por você torno-me uma louca.”
“E a gente acaba sempre dando um jeitinho. Ri pra não chorar, diz que está bem porque ninguém entenderia o motivo da sua tristeza, se contenta com um abraço quando na verdade queria muito mais que isso, aceita novos amigos, novos ares, e assim vivemos. Com substituições, trocas, perdas. Mas na maioria das vezes nenhum ganho. Aprendemos a lidar com tudo isso, mas na verdade nunca queremos que nada mude. Não queremos substituir aquilo que nos faz tão bem e sim aquilo que nos maltrata, nos fere, no entanto, a parte ruim de nossas vidas sempre fica. Aquilo que é bom dura pouco e quando menos esperamos já acabou, já se fora. Eu sou a prova viva de que “para sempre” não existe e que por mais que tenhamos vontade de fazer com que as coisas durem uma eternidade elas sempre terão um fim. Gostaria de sancionar uma lei onde só seriam permitidas despedidas em comum acordo. É mais do que justo já que quando um não quer dois não se separam muito menos se juntam. Não me resta nada além de contentar-me com a saudade. Afinal, a saudade é a única coisa boa que fica daquilo que foi bom. É o único gosto de felicidade que posso resgatar do fundo do baú a fim de saciar-me. Eu sei que por mais que eu queria e implore nada daquilo vai voltar, eu só lhe tenho em meu braços em sonhos, lá é onde eu reformulo tudo de novo e de novo, é nos sonhos que posso ser feliz, onde posso te ter novamente quando quiser. Mas também sei que ao acordar tudo terá ido, as imagens, os sons, você, tudo se esvaia pelas sombras, e eu fico aqui, clamando por você. Esperando que a noite chegue pra te ter novamente em meus sonhos. Eu queria que fosse bem mais que isso, eu queria também nunca tivesse acabado, que você me amasse de verdade, que eu não fosse tão frágil e carente. Carente de você. Nos meus dias normais eu lhe procuro, nos anormais eu te acho, mas nunca te tenho. Mas pelo menos eu fiz a diferença na tua vida, e não adianta esconder isso. Pena que não durou pena que tudo da sua parte não foi tão verdadeiro quanto você dizia. Por mais que toda essa saudade me torture eu vou aguentar, eu tenho que aguentar. Vai passar, eu sinto.”
“É fácil culpar os outros quando nada da certo em nossas vidas, jogar a culpa pra cima de outra pessoa, e tirar seu time de campo. Durante muito tempo fiz isso, só que diferente, sempre me culpei por nada da certo entre nos dois, por você não ter respondido aquele sms, por você mal ter falado comigo aquela noite, nas nossas brigas eu sempre saia como a errada, felizmente a ficha caiu! Acordei daquela ilusão profunda, pensou que seria assim ate quando? Cansei de acreditar nas tuas desculpas, acreditar nas tuas mentiras. Se você não queria nada porque me enrolou por tanto tempo? Porque não acabou logo com o que agente tinha? Ta ai, você conseguiu! Cansei de você, agora você não precisa mais inventar suas desculpas pra me convencer, te deixo livre pra fazer o que quiser da tua vida, nos não temos mais nada. Se é que já tivemos alguma coisa. Aquela coisa que tivemos passa longe de algo para se chamar de relacionamento. Você me matou! Mas eu ainda continuo viva, e isso é o pior de tudo. Não ter vida para se viver, mas continuar em plena flor da idade. Seria melhor ter enfincado uma faca em meu peito, quem sabe tira-lo e comer em meio de um fondue à luz de velas com a sua nova paixonite, aconselho-te a fazê-lo da próxima vez, já que essa não é a primeira e nem será a última. Eu te odeio! E odeio mais ainda em pensar que se eu me perder novamente em minhas nostalgias rotineiras, jogarei tudo isso aos céus e voltarei para os seus braços. Apesar de tudo isso que passamos, apesar de você ter sido um ladrão e roubado toda a minha felicidade, seu sorriso ainda é o que eu penso para me acalmar. Seus braços ainda são meu refúgio, ainda são melhores do que qualquer bebida que eu possa beber nos bares da cidade. Você ainda é melhor do que qualquer analgésico. E eu me odeio por isso! Me odeio por gostar tanto assim de você. Apesar de você ter feito o que fez comigo eu ainda continuo pensando em você todas as noites, relendo várias vezes suas mensagens onde você diz gostar de mim. Seu amor é um vício. E não sei se algum dia seria capaz de superar isso, mas enquanto isso não acontece vou te evitar. Só assim posso garantir que não vou querer voltar para você correndo quando vier me procurar pela primeira vez. Vou evitar cada lugar, pensamento, livro, filme e musicas que me lembrem você. Preciso de alguma forma criar uma nova rotina, conhecer novas pessoas mesmo contra minha vontade. Preciso de toda força do mundo para me manter longe de você, do sentimento que você intitula de amor, mas que nós sabemos que amor mesmo somente eu sinto. Eu sempre amei sozinha, e agora estou cansada de estar sozinha a dois. Eu sei que você era tudo que eu tinha, por isso minha crise histérica e dramática de agora. Também sei que tudo isso torna-se pior pois você não decide ir embora, você fica, me tortura, finge me amar, e ainda por cima tem a coragem de dizer que sou péssima amando. Você consegue cada parte do meu coração, mas de um tempo para cá toda felicidade proporcionada por você não supera toda tristeza pela qual você tem me feito passar, por isso quem está te deixando sou. Prefiro viver anos sofrendo para esquecer-te do que anos sendo iludida.”
“Burra sou eu, por acreditar que tudo tem solução, que amanhã tudo vai ser diferente, tudo vai mudar. Não consigo desistir da derrota iminente, do erro já certo. Sou do tipo que acredita que as pessoas têm solução e sempre são dignas de segunda, terceira e quarta chance. Muitos diriam que minha visão de mundo é ótima, que pessoas assim são raras, mas sofro diariamente com frustrações que eu mesma provoquei e deixei que acontecessem. Já é algo normal sofrer tentando mudar o mundo e tudo o que nele existe. Mas a gente nunca desiste, não é? Por mais que doa, por mais que machuque, a gente segue tentando. A esperança é tanta, a vontade é tanta, que mesmo que a gente leve mil tapas na cara, a gente continua lutando. Ninguém disse que seria fácil, mas também não falaram que seria difícil. Sabe, nem sempre o sol surgirá todos os dias. Nem sempre o caminho será reto. Nem sempre verás flores pelo trajeto. Mas tenta. Parar na metade será inútil. Tentar mudar o mundo não depende só de você, mas continue tentando. Pense no futuro, pense que um dia, tudo será diferente. Acredite. Você tem que parar de se torturar, agora é seguir em frente, enfrentando tudo e todos. Não vai adiantar muita coisa passar o dia se lamentando, trancada no quarto, se isolando e sendo fria com as pessoas que não merece tal frieza. Você é capaz de mudar o mundo… O seu mundo. O mundo que tem dentro de você mesma, e é isso que precisar ser mudado. Esquece o quê os outros poderão pensar ao seu respeito, se der ao respeito e seja feliz do seu jeito.”
“Eu só finjo que o sorriso fez a tristeza ir embora. Ninguém precisa saber, ninguém nunca se importa. Não depois. Não quando você finge sorrir só para agradar. Eles se deixam levar pois não se importam realmente. Dai eu sorrio para tirar toda aquela falsidade de perto. A dor sempre fica, nunca se esvai totalmente e a cada dia vou aprendendo como conviver com ela. E eu continuo sorrindo. A dor está dentro, ninguém precisa saber, ninguém precisa depositar um pouco da sua falsa misericórdia em mim. No começo eu acreditei que na manhã seguinte eu iria estar melhor e conseguiria levar minha vida adiante, mas foi bobeira acreditar nisso, os problemas só aumentaram, minha vida só complicou ainda mais. O que mais me deixa revoltada é perceber a hipocrisia das pessoas, como elas fingem, como são hipócritas meu Deus! O que me resta no meio disso tudo é sorrir, passar por cima da dor e fingir que está tudo bem. Eu não quero ser a coitadinha que chora pelos cantos e todos sentem dó. Apesar de não estar em perfeito estado e meu coração já ter começado a doer de tantos estragos, é melhor esboçar sorrisos falsos à ficar por aí me lamentando por toda e qualquer coisa ruim que tenha acontecido comigo. Preciso respirar e tentar seguir um rumo diferente, que me leve em direção ao caminho da felicidade. Preciso correr em direção oposta, porque só assim algo vai mudar. Não quero ser a mesma pessoa. Não quando isso faz de mim alguém fraca e sem nenhuma defesa. Trancar-me dentro de mim mesma também não é uma opção, pois não quero ser ranzinza e amargurada com a vida. Ainda há pessoas na qual valem a pena sentir algo bom. Pessoas que ao longo da vida demonstram que você tem alguma importância. Eu gosto de acreditar que ainda existe alguém no mundo que me dará ânimo e um motivo pra seguir em frente, que vai me mostrar que viver não são apenas lágrimas e sofrimento. Quero alguém que me ensine a dar um verdadeiro sorriso, me segure pela mão e me leve onde eu jamais imaginei ir, me mostre o novo, o desconhecido, mas tudo isso sem a necessidade do outro pra ser feliz. Isso eu não quero. A dependência causa danos, e não me agrada a ideia de ter que recomeçar, mudar minha rota novamente. Cresci aprendendo que não posso desistir. Que devo seguir em frente, seguir a luta, por mais difícil que seja. Por mais que esteja doendo. Por mais que não valha a pena. Não gosto de fingir sorrisos, pronto, confesso. Mas é necessário. Às vezes o que precisamos é de um sorriso, e, quem sabe se não é isso que as pessoas também esperam de nós?! Longe de mim dar lição de moral, de vida ou de sobrevivência. Mas aprenda: A vida dá voltas. Um dia estamos aqui, amanhã podemos estar lá. Mude a rotina. Mude a rota. Mude o estilo. Seja feliz como você quer, com quem você quer. Distribua sorrisos, mesmo que sejam de mentira. Lembre-se: Um sorriso pode mudar o dia de alguém. Comece por você.”
Deixe seu recado após o sinal. “Piiiiii”. Sim, sou eu de novo tentando consertar algo que com toda a certeza não fui eu quem arruinou. Sei que sua maior vontade é que nada volte ao normal, mas ainda há esperança enquanto houver um você e eu, ou enquanto ainda enviar sms’s de bom dia, sabendo o quando isso me faz pensar que você ainda tem jeito. Só quero que volte de uma vez ou nunca mais apareça. Fazer joguinhos nunca foi meu forte e talvez uma hora eu canse de tentar te procurar, assim como quando eu era criança e odiava brincar de pique-esconde, graças à minha impaciência. Seu cheiro já saiu do meu travesseiro e logo consigo jogar fora todas as coisas que deixou entulhadas no meu quarto. Se quiser buscar ainda há tempo, mas venha quando eu estiver na faculdade ou nas aulas de guitarra. Não quero te ver. A propósito, eu ainda não desisti, como você achou que aconteceria, e as notas já não parecem um dragão de sete cabeças como antes. Mas acho que nem se importa com nada do que eu faça ultimamente. Dizem que sente minha falta e seu orgulho não te deixar confirmar. Mas a minha opinião é que quem ama não pode “desamar” assim, de uma hora pra outra, como quem nunca sentiu nada. Além de que acho que me importava com a nossa relação por mim e por você, pois sempre quem ligava de correr atrás e consertar todas as suas besteiras era eu. Era eu quem lutava cada minuto com todas as garras para manter tudo de pé, e olha só voltamos ao começo. Só que agora cansei de lutar, se ainda quiser ter algo de mim que venha atrás, isso é né se você se importar o suficiente para perceber que eu estou indo. Cuidado para não se atrasar, pois posso embarcar no próximo trem a qualquer momento e não irei voltar atrás. Ainda te quero, só cansei de lutar. Quer saber? Esquece. Esquece tudo. Não o que eu disse mas sim aquilo que vivemos. Esquece tudo aquilo que planejávamos, esquece todas aquelas lembranças que faziam com que não fosse pro ralo o nosso “relacionamento complicado”, não foi isso que você disse da última vez? “É que… você sabe, o nosso relacionamento é complicado demais.” Lembro o seu tom perfeitamente, e os dedos coçando a nuca como quando você quer dizer mas não desembucha logo com medo do que eu possa fazer. Esquece que um dia eu te amei. Esquece. Sabe porque? Porque já estou falando nessa maldita mensagem á mais de meia hora e você ainda nem pensou em me atender, e eu sei que está ai, porque você sempre fica em casa durante as tardes de segunda. Tomo isso como a sua resposta final. Você não me quer mais - ou nunca quis -, tudo bem. Só não venha se lembrar de mim quando não houver mais ninguém ao seu dispor pra satisfazer as tuas noites “melancólicas”, aquelas que você tinha comigo, lembra? Eram noites tão melancólicas que sempre que eu ousava em ir embora você implora pra eu ficar. Agora eu imploro á mim mesma pra desligar esse telefone. Há um trem me esperando na estação daqui a meia hora. Adeus.”

lovucky